Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Corretoras internacionais, final do dia

Continua a venda pesada de algumas, somando - R$ 325 MM de saldos vendedores líquidos (Credit Suisse - 123, Morgan Stanley - 101, JPMorgan - 97), enquanto que as compras eram modestas, + R$ 78 MM (Merrill Lynch + 36), ficando um saldo vendedor de - R$ 247 MM.

Fechamento (futuro)


Abrindo em baixa forte, sob o pretexto de seguir os mercados externos, o índice foi recuando até o início da tarde (cobriu um gap deixado no fim do ano...) , abaixo da MM de 200 barras; depois, foi repicando gradualmente e acelerou um pouco na hora final, negociando 57 mil contratos, mas terminando ainda com baixa acentuada. Os indicadores melhoraram com a reação final, deixando novamente perspectiva de repique para amanhã, pois até divergência altista apareceu.

Ranking de PETR4 e VALE5



Restando uma hora de pregão, vejam como (apesar da queda na cotação e do noticiário negativo) as principais corretoras estão fazendo apenas giro, são pouco relevantes os compradores/vendedores líquidos. Ou seja, o famoso rouba-monte...

Abertura

Atrasada...

O início de mais uma temporada de resultados, que começam a aparecer naturalmente ruins, mantém pessimistas os mercados globais, especialmente quanto ao setor financeiro. É mais uma prova do imediatismo das reações dos investidores, como se esperassem milagres nos balanços...Mesmo assim, houve pequenas reações ontem e o mesmo poderá acontecer nos próximos dias. No Japão, o Nikkei225 ganhou escassos 0,29%,, depois da forte queda de ontem. Onde o pessimismo parece maior é na Europa, onde o Stoxx50 vai perdendo mais 1,8% até agora, enquanto que nos Estados Unidos, os futuros cedem perto de 0,7% até agora. Entre moedas e comodities, mais ou menos os mesmos preços de ontem. Por aqui, a Bovespa teve o repique esperado durante o pregão de ontem, mas acabou cedendo de novo no final e a recuperação acabou sendo pequena. As corretoras internacionais continuam mais na venda, uma delas insistindo em derrubar a PETR4, que teve inclusive mais um aumento no saldo de ações alugadas. Hoje, no pré-pregão, o Fut. Fevereiro está perdendo perto de 0,6%, com dois mil contratos negociados até agora, e poderá repetir o desempenho de ontem, com repique intraday.

Arquivo do blog