Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Corretoras internacionais, final do dia

Num dia menos movimentado, este grupo apresentou saldos modestos, ainda as vendas (-R$ 113 MM, Morgan Stanley - 31) superando as compras (+R$ 81 MM, Credit Suisse + 38), ficando o saldo vendedor em apenas - R$ 32 MM.

Fechamento (futuro)


Abrindo com gap para cima, mas ainda num mercado indeciso, o índice logo entrou em ajuste e veio a cobrir a brecha, caindo ainda mais um pouco e voltando a reagir nas horas finais. Os negócios atingiram 46 mil contratos e estiveram acima da MM de 200 barras, salvo um pequeno intervalo no início da tarde. Os indicadores esticaram muito e recuaram, terminando praticamente em cima de suas médias móveis. Isso deixa o mercado indefinido.

Entrevista de hoje no Infomoney

O link é este: Entrevista

Abertura

Todos os mercados globais operam em alta (ou em repique...), o que parecia há mais tempo um fato inevitável, tratando-se das vésperas da posse do governo Obama. Isso lança uma suspeição de manipulação sobre as baixas do final da semana passada e desta semana, atribuídas a novos problemas dos bancos internacionais. Hoje, os bancos sobem, mesmo apresentando prejuízos bem maiores do que o esperado, diante da desculpa do socorro do governo americano (ao Citigroup e ao Bank of America), cuja intenção de seguir essa linha de ação foi declarada e confirmada desde mo ano passado. No Japão, o Nilkkei225 ganhou 2,58%, na Europa o Stoxx50 vai subindo quase 3% e os futuros americanos quase 2%, até o momento. Num ajuste paradoxal, os juros americanos sobem e o dólar cai entre as moedas, promovendo também acertos para cima na maioria das comodities. Por aqui, a Bovespa reverteu com igual força a baixa inicial, com volume maior e apesar da manutenção dos esforços de derrubada das corretoras internacionais (o saldo do aluguel das blue chips voltou também a subir...). Hoje, no pré-pregão, o Fut. Fevereiro está subindo cerca de 1,9%, com cinco mil contratos negociados até agora e tende a esticar seu repique durante o dia.

Arquivo do blog