Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Futuro do Ibovespa


Como sugeriam os indicadores, o índice teve um dia de repique, cedendo um pouco nas horas finais. O volume chegou a 79 mil contratos e os indicadores repicaram tambem, igualmente cedendo no final, estando no meio da escala. Mercado indefinido.

Corretoras internacionais (final do dia)

Os saldos compradores somaram +R$ 256 MM (Morgan Stanley +101) e os saldos vendedores chegaram a -R$ 180 MM (Merrill Lynch -68), ficando um saldo comprador +R$ 76 MM.

Corretoras internacionais 15:24h

Até agora, pequeno saldo comprador em torno de +R$ 35 MM.

Abertura

Os mercados continuam em suspense com o impasse político americano: ontem, foi um dia nervoso e tudo deverá ser assim até uma definição. No Japão, o Nikkei225 perdeu 1,45%, na Europa, o Stoxx50 vai recuando 1,1% (ainda puxado pelos bancos...) e nos Estados Unidos, o futuro do S&P500 está caindo 0,1%, até o momento. Moedas e comodities estão mais ou menos como ontem, o dólar ligeiramente melhor. Por aqui, a Bovespa teve nova e forte baixa, com volume acima da média e grande saldo comprador das corretoras internacionais (+ R$ 269 MM). No aluguel de ações, os saldos de PETR4 e VALE5 aumentaram, no caso da Petrobrás chegando a 106 MM, vindo de 69 MM na semana passada. A posição vendida dos investidores estrangeiros no futuro do índice passou de -99 a -98 mil contratos. A posição vendida dos não residentes no futuro de dólar passou de -85 para -52 mil contratos, já refletindo as medidas cambiais. No pré pregão, o futuro Agosto opera em alta de 0,5%. De noite, sai o resultado da Vale, que se imagina superior aos R$ 11 BB do primeiro trimestre.

Arquivo do blog