GHITNICK

Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

sábado, 14 de março de 2015

Verdades e Mentiras da Bolsa

Já está disponível em Verdades e Mentiras da Bolsa , a Edição 712 desta carta semanal de investimentos, com os seguintes assuntos:

"O fututro da indústria brasileira ", sobre os acontecimentos da semana;
"Internacional " , na seção de comentários sobre análise técnica.

Relançada também a administração de carteiras individuais, com diálogo permanente.

Veja os destaques da semana (EVEN on, PDG Realty on e GOL pn)

Indicadores Gerais do Mercado

Ibovespa semanal dolarizado

sexta-feira, 13 de março de 2015

Futuro do Ibovespa

o O índice Abril começou com forte queda, mas a partir do início da tarde repicou, quase zerando a perda no fechsamento, ainda em leve baixa. O volume subiu para 78 mil cts e os indicadores terminaram acima de suas médias móveis. Mercado indefinido.

Abertura

O dólar está avançando mais um pouco entre as moedas e faz os mercados, de modo geral, operarem de forma cautelosa: no Japão, entretanto, o yen mais fraco sempre é motivo de euforia e o Nikkei225 subiu 1,38%, para um topo em 15 anos; entretanto, na Europa (Stoxx50) e nos Estados Unidos (futuro do S&P500), os índices perdem 0,2%, até agora. Nas comodities, o destaque é nova queda do petróleo, por conta de relatório da Agência Internacional de Energia. Entre nós, o Ibovespa fechou em levíssima baixa, com volume abaixo da média de fevereiro. A posição comprada dos investidores não residentes no futuro do dólar passou de +238 mil para +239 mil contratos. A posição comprada dos investidores estrangeiros no futuro do índice passou de +74 mil para +73 mil contratos. No aluguel de ações de Petrobrás e Vale, os saldos aumentaram, exceto o de VALE5. No pré pregão, o futuro Abril opera em baixa de 0,8%.

quinta-feira, 12 de março de 2015

Futuro do Ibovespa (sem after market)

O índice Abri começou esticando bastante o repique de ontem, mas devolveu tudo a partir do início da tarde, fechando até com leve baixa. O volume foi de 58 mil cts e os indicadores, que esticaram bastante no começo do pregão, recuaram para o meio da escala. Mercado indefinido.

Abertura

Os juros começam a assentar um pouco no Open Market e aparentemente, o mesmo vai acontecendo com o dólar entre as moedas. Os mercados vão sossegando: no Japão, o Nikkei225 ganhou 1,43%, na Europa o Stoxx50 perde 0,1% e nos Estados Unidos, o futuro do S&P500 ganha 0,3%, até o momento. Nas comodities, prevalece a estabilidade. Entre nós, o Ibovespa fechou em repique de alta, com volume levemente abaixo da média de fevereiro. A posição comprada dos investidores não residentes no futuro do dólar passou de +225 mil para 238 mil contratos. A posição comprada dos investidores estrangeiros no futuro do índice passou de +76 mil para +74 mil contratos. No aluguel de ações de Petrobrás e Vale, os saldos aumentaram, exceto o de PETR3. No pré pregão, o futuro Abril opera em alta de 0,6%.

Arquivo do blog

Counter