Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

terça-feira, 8 de abril de 2008

Corretoras internacionais, às 15:02 h


Saldo segue sendo comprador, Morgan Stanley e Credit Suisse os principais compradores.

Abertura

O entusiasmo com que a semana começou não durou sequer todo o dia ontem: algumas notícias (más...) corporativas divulgadas ao final do dia, enfraqueceram o fechamentos dos índices americanos, para algo em torno da estabilidade e hoje, o futuro do S&P500 vai perdendo cerca de 0,3% até agora. Mais cedo, na Ásia, um dia mais fraco, com o Nikkei225 perdendo 1,48%. Na Europa, as blue chips perdem em torno de 1% (Stoxx50). Petróleo e ouro estão mantendo os fortes ganhos de ontem, seguidos por algumas outras comodities, ainda que o dólar tenha se mantido relativamente estável entre as moedas. Por aqui, a Bovespa alcançou uma nova máxima para o período, marcado alta superior a 1,3% até o início da tarde, mas acabou em baixa, com a realização dos lucros de cinco altas seguidas. O volume esteve abaixo da média recente, mas os estrangeiros continuaram com saldo comprador líquido. Hoje, o Fut. Abril opera com perdas de 0,5%, com poucos negócios e o saldo de contratos em aberto continua diminuindo, recuando ontem para 185 mil, o mínimo em muitos anos. Como o mesmo já vinha ocorrendo com as opções e com o aluguel de ações, estamos diante de uma inédita redução das alavancagens do mercado, inesperada quando os índices se aproximam de seus topos históricos, o que normalmente deveria levar a um aumento nas posições altistas e baixistas e nas operações de hedge.

Arquivo do blog