Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Corretoras internacionais, final do dia

Mais um dia trabalhoso para os vendidos, novamente na recompra (Credit Suisse + 325, Morgan Stanley + 120), fazendo os saldos compradores subir para +R$ 558 MM, enquanto que os vendedores eram de apenas - R$ 83 MM (Brascan - 24), sobrando um saldo comprador de +R$ 475 MM.

Fechamento (futuro)


De surpresa, o índice abriu com gap para cima e subiu até o meio da tarde, ajustando-se um pouco nas duas horas finais (negócios fracos: 50 mil contratos); a média móvel de 21 barras continua aguentando a tendência, mas está esticada. Os indicadores, no final, vieram para baixo de suas médias móveis, sinalizando mais acomodação amanhã, na teoria.

Abertura

Depois de um dia de consolidação e realizações de lucros, os mercados voltam a subir hoje, ensaiando o tradicional rally de Natal: no Japão, o Nikkei225 saltou 3,15%, enquanto que na Europa (Stoxx50) e nos Estados Unidos (futuro do S&P500), os preços sobem cerca de 1,4% até agora. Apesar de ligeira alta nos juros no mercado aberto, o dólar volta a enfraquecer entre as moedas e isso vai provocando alguns ajustes para mais nos preços da maioria das comodities. Por aqui, a Bovespa teve um ajuste moderado ontem, ainda com destaque para as recompras das corretora internacionais que vinham operando na venda. Hoje, no pré-pregão, o Fut. Dezembro (que vence na próxima semana) opera com alta de 2,2% até o momento, com volume fraco. O repique em curso já atinge quase 30%, a partir da mínima e recupera cerca de 20% de toda a baixa iniciada em maio, apesar de todas as previsões catastróficas que continuam sendo feitas.

Arquivo do blog