Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Corretoras internacionais, final do dia

Para o volume geral do dia, as vendas deste grupo até estiveram pesadas, chegando a -R$ 361 MM (Morgan Stanley - 164, Credit Suisse - 118), enquanto que as compras não passavam de +R$ 64 MM (Merrill Lynch + 22), sempre numeros líquidos, deixando um saldo final de -R$ 297 MM.

Fechamento (futuro)



Negociando 49 mil contratos, o índice já abriu com gap para baixo e foi caindo até o final, sem repiques, atingindo de volta a média móvel de 200 barras. Além desse fato, que sugere uma região de suporte, a configuração de um topo duplo também já teve cumprida a sua fórmula de medida aproximada. Os indicadores ainda estão fracos, mas fecharam com pequena reação. Amanhã, pode aparecer um repique.

Abertura

Em nova alternância de direção, o dólar voltou a se valorizar entre as moedas, por pretextos diversos, fazendo recuar muitas cotações de comodities como o petróleo, por exemplo. No Japão, foi feriado e na Europa, o Stoxx50 das blue chips está recuando em torno de 0,8%, enquanto que o futuro do S&P500 opera praticamente inalterado, depois de uma sexta-feira fraca. Por aqui, a Bovespa também operou em baixa na sexta-feira, com um movimento um pouco menor. Hoje, no pré-pregão, o Fut. Fevereiro está perdendo perto de 1%, com apenas mil contratos negociados até agora, ainda indefinido.

Arquivo do blog