Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

quarta-feira, 18 de junho de 2008

Fechamento (futuro)


No gráfico intraday (60 minutos) do novo Fut. Agosto (em gráfico contínuo), o índice já abriu com gap para baixo, coberto em seguida, mas seguiu em baixa por todo o pregão. Os indicadores cederam bastante, porisso deixando o mercado indefinido, inclusive porque os vencimentos são geralmente dias atípicos.

Corretoras internacionais, às 14:56 h


Saldo vendedor alto, mas já com exercícios de opções sobre o índice pesando, caso do Santander. Morgan Stanley andava mais quieto e depois do almoço voltou a vender (PETR,VALE,CSNA).

Abertura

Na Ásia, um forte repique (cerca de 5%) nos índices chineses catalisou altas generalizadas, no Japão o Nikkei225 ganhou 0,73%. Na Europa e nos Estados Unidos, entretanto, maus resultados de companhias vão trazendo algum desalento: o Stoxx50 das blue chips européias perde cerca de 1% e o futuro do S&P500 cede 0,75%, até o momento. Por aqui, a Bovespa teve um bom repique ontem, como indicavam os gráficos, com volume médio. Hoje, vencimento do Fut. Junho, este contrato tem perda de 0,8% no pré-pregão. Ontem, duas corretoras internacionais se destacaram em volume negociado, uma vendendo e outra comprando (aparentemente, recomprando...), o que pode estar confirmando o início de exaustão na pressão vendedora dos estrangeiros. Um ponto que ainda não ficou esclarecido é que, apesar do recorde de vendas neste mês, a cotação do dólar não sinaliza uma retirada de recursos do país e o risco-país continua recuando (mesmo com a alta dos juros americanos, que em geral o aumenta...). Isto está sendo entendido como prova do caráter temporário da manobra da derrubada e indício de que os ingredientes para a retomada da alta já estão presentes.

Arquivo do blog