Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Fechamento (futuro)


Com os acontecimentos nos Estados Unidos, o índice acabou abrindo com gap para baixo, passando a operar de lado logo depois e mostrando recuperação na hora final, sem cobroir o gap, com volume de cerca de 65 mil contratos. Isso melhorou a posição final dos indicadores, mas a situação segue indefinida.

Corretoras internacionais, às 16:15h

Dois grandes vendedores no total até agora de - R$ 547 MM (Morgan Stanley - 265 e Credit Suisse - 179) e poucos compradores com + R$ 39 MM, o saldo vendedor sendo de - R$ 508 MM.

Abertura

Com a continuação da farsa política em torno do Plano Bush, envolvendo especialmente a corrida presidencial, ainda serão apresentada algumas cenas antes da decisão final, que todos sabem qual vai ser...Nesse ínterim, forçado por um a já longa corrida de depositantes, a maior crédito imobiliário americana (Washington Mutual) sofreu intervenção e foi logo vendida para o J.P.Morgan, que vai se tornando o beneficiado pela crise, já tendo adquirido o Bear Stearns. Com isso, a especulação tenta criar mais um degrau de intranqüilidade, por mais que seja difícil imaginar o que levaria as pessoas a vender na véspera de um fim de semana que deve trazer a solução...As baixas são generalizadas: 0,94% no Nikkei225, 1,7% no Stoxx50 europeu e cerca de 1,8% nos futuros americanos. Entre as comodities e as mercadorias, nenhum movimento relevante. Por aqui, a Bovespa repicou ontem com muita força, ainda que com volume apenas regular, mesmo com pesadas vendas das corretoras internacionais. Hoje, no pré-pregão, o Fut. Outubro já está com queda de 3% e volume alto, com a turma de sempre tentando provocar pânico e aproveitar ...

Arquivo do blog