Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

segunda-feira, 23 de junho de 2008

Fechamento (futuro)


O índice teve um dia de consolidação, numa tentativa para formar um fundo, subindo Mem boa parte do pregão e cedendo um pouco no final. Os indicadores, que vinham sinalizando mercado sobrevendido, passaram o dia acima de suas médias móveis e apontam para alta amanhã.

Corretoras internacionais, às 14:28 h


Pouca atividade, num dia em geral fraco, com rumores sobre fiscalizações especiais sobre arbitragens (?). Além do que, os investidores estrangeiros estão usando muito as corretoras dos grandes bancos nacionais, nos últimos dias...

Abertura

O ambiente continua pesado na Ásia, agora com problemas também com a moeda da Índia; no Japã0o, ainda que melhorando durante o pregão, o Noikkei225 perdeu 0,61%. Já na Europa (Stoxx50 + 0,28%) e nos Estados Unidos (futuro do S&P500 + 0,34%), o humor melhorou, depois uma verdadeira sexta-feira negra, cheia de rumores e com menor liquidez. A reunião da turma do petróleo terminou com promessa de aumento de produção, o candidato Obama já fala em restringir a especulação nos mercados futuros, mas o petróleo e os metais continuam em preços altos... Por aqui, a sexta-feira foi também de forte baixa, ainda sob o fogo pesado dos estrangeiros, cujo saldo vendedor no mês já chega a um novo máximo em torno de R$ 6,5 bilhões. Na semana passada, boa parte das ordens passou a ser dirigida a corretoras de grandes bancos nacionais, talvez porque o rumor sobre os acontecimentos já começa a chegar ao Congresso. Começaram a devolver ações alugadas da Petrobrás, mas seguem aumentando o saldo em Vale. A mola vai sendo comprimida, na medida que os indicadores técnicos vão multiplicando os alertas e um grande repique não está longe. No pré-pregão, o Fut. Agosto vai ganhando 1%, com poucos negócios.

Arquivo do blog