Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Corretoras internacionais, final do dia

Num dia de liquidez muito pequena, este grupo esteve muito ativo e os grandes vendedores (Morgan Stanley - 114, Citi - 91, Credit Suisse - 75) pesaram, levando os saldos vendedores a - R$ 289 MM, enquanto os compradores chegavam a + R$ 152 MM (Pactual + 80), ficando o saldo vendedor final em - R$ 137 MM.

Fechamento (futuro)


Num dia quase parado, negociando apenas 26 mil contratos, uma breve alta inicial reverteu para uma baixa acelerada, que amainou um pouco no final da tarde. Os indicadores também cairam, sugerindo um mercado fraco, ainda que o pequeno volume injvalide um pouco qualquer análise.

Abertura

Entrando nestas duas semanas de fim de ano, entremeadas de feriados e onde a liquidez deve ser reduzida, os mercados globais prosseguem tentando consolidar os repiques mo mês, a maioria dos índices apresentando um formato lateral (triangular ou retangular). Os juros continuam sendo baixados e os governos anunciando estímulos, como foi hoje o caso de mais medidas na China. Na Ásia, entretanto, grande parte dos mercados operou em baixa, sendo o Japão uma exceção (Nikkei225 + 1,58%), mesmo com a Toyota anunciando um provável e raro prejuízo e com uma forte queda nas exportações em novembro. Na Europa, o Stoxx50 das blue chips vai recuando perto de 0,5%, enquanto que os futuros americanos têm alta de 0,5%, até o momento. Por aqui, a Bovespa terminou a semana em baixa e poucos negócios. No pré-pregão, o Fut.Fevereiro está subindo 0,5% com apenas pouco mais de 1.000 contratos negociados.

Arquivo do blog