Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Fechamento (futuro)


Como ontem, um fraco movimento no à vista e 73 mil contratos no futuro; uma abertura em alta logo foi substituida por monótona baixa e mais uma vez, uma reação no final. Os indicadores ficaram de lado, alternando altas e baixas, ficando acima das médias móveis no final. Mercado indefinido.

Ranking de PETR4


Depois dos solavancos de ontem, a turma está cautelosa e quase todos os principais operadores estão apenas no giro, inclusive o Credit Suisse.

Balancetes 9 meses

Abertura

Ao testar os mais recentes fundos relevantes, os índices americanos tiveram um inesperadamente forte repique, que dá bem a medida dos exageros que seguem acontecendo nos mercados. Por trás disso, a pouca clareza das informações que são divulgadas sobre a conjuntura e continuam as trapalhadas dos Governos em todo o mundo, responsáveis por boa parte do que aconteceu (frouxidão monetária, ausência de fiscalização) e tidos agora como “a única solução”, quando na verdade, continuam a ser o problema...Os mercados asiáticos (Nikkei225 + 2,72%) e europeu (Stoxx50 + 2,85%) repercutem o repique americano, enquanto que nos Estados Unidos, os futuros operam com baixa em torno de 0,8%, consolidando os fortes ganhos do final de ontem. Como o dólar cedeu um pouco entre as moedas, a maioria das comodities segue apresentando alguma recuperação. Por aqui, o volume foi pequeno, ainda que os derrubadores de Petrobrás e Vale ainda acrescentassem esforços na sua manobra baixista, sendo surpreendidos com a virada americana e tornando-se alvo fácil para serem apertados, como sugerem os rumores nas mesas... No pré-pregão, o Fut. Dezembro vai ganhando perto de 2% com movimento regular.

Arquivo do blog