Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Corretoras internacionais (final do dia)

Para descolar da alta do mercado americano e "colar"na baixa do final de quarta e do dia de ontem, o grupo pegou pesado na venda com - R$ 474 MM (Credit Suisse - 267), havendo poucos compradores com + R$ 55 MM (Merrill Lynch + 19),ficando o saldo vendedor em - R$ 419 MM.

Fechamento (futuro)


Com o menor movimento dos últimos tempos (45 mil contratos), o índice abriu com grande gap para baixo, tentou reagir, mas terminou mesmo em direção da mínima. Os indicadores seguem caindo menos (o DDCCi chegou a fechar acima de sua média móvel), mas o esquemão da derrubada domina o mercado e controla as oscilações.

Ranking de PETR4 e VALE5


Abertura

No final de num pregão sonolento, ontem nos Estados Unidos, em que os índices operavam perto da estabilidade, novamente fortes manobras baixistas levaram a perdas acima de 5% em poucos minutos...Hoje, os futuros repicam em torno de 3% e nenhuma grande notícia nova apareceu, nem ontem nem hoje...No Japão, o Nikkei225 ganhou 2,69% e o Stoxx50 das blue chips européias sobre cerca de 0,3% no momento. Os juros continuam desabando no open market (10 anos: 3,13% a.a. vindo de 3,44% anteontem), enfraquecendo um pouco o dólar e fazendo subir a maioria das comodities, especialmente os metais, enquanto o petróleo segue em torno de US5 50 o barril, as vezes mais baixo do que isso (WTI). Por aqui, a turma de malandros que tem se aproveitado dos otários diariamente, abriu o pré-pregão derrubando o Fut. Dezembro em cerca de 6%, com muitas trocas de boletos, para “adequar as cotações locais á baixa do final do pregão e,m Wall Street ontem...”. Como o público tem sido levado a acreditar que uma coisa depende da outra por profissionais ignorantes e alguns desonestos, apesar de farta informação disponível em sentido contrário, muita gente se assusta e acaba dando chance de recompra barata para os manipuladores, em vez de deixá-los entregue a sua própria sorte (ou azar, como vimos nos prejuízos que geraram em suas matrizes...). No momento, o futuro ainda perde 5,6%. A Petrobrás revelou novas descobertas no pré-sal do Espírito Santo e seus ADRs sobem bastante lá fora, o que certamente será ignorado com as desculpas mais esfarrapadas.

Arquivo do blog