Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Fechamento (futuro)


Mais um dia pouco comum, com uma enorme e surpreendente baixa nos mercados externos e o vencimento do futuro do índice e opções sobre o mesmo, complicada pela extensão do pregão por 30 minutos. O Fut. Dezembro esteve em baixa por todo o dia, como também os indicadores, mas a ilha de reversão que ficou desenhada no começo da semana, ainda está lá. O mercado ficou muito fraco.

O mercado soberano

Como estamos presenciando, o "mercado soberano" é bastante irracional e anda muito manobrado, mas os bancos parece que não vão quebrar e a anunciada recessão já está mais do que precificada. O problema da Bovespa está na desmoralização dos compradores, ficando muito fácil derrubar, especialmente quando falta motivação.

Corretoras internacionais, às 15:19 h

Vendedores pesados hoje, com um saldo até agora de - R$ 720 MM (Credit Suisse - 273, Merrill Lynch -274), enquanto que os compradores somam apenas + R$95 MM (Pactual +42), havendo um saldo vendedor de - R$ 625 MM. Chama atenção o saldo vendedor da Link que está com - R$ 520 MM.

Abertura

Voltando da euforia ao pessimismo, os mercados voltam a apresentar baixas pesadas hoje, por conta de um mau humor exagerado com os primeiros resultados trimestrais da temporada : na Europa (Stoxx50) e entre os futuros americanos, as perdas giram até agora em torno de 3%. Isso começou ontem à tarde, quando uma forte alta americana reverteu para valores negativos a partir da insatisfação com números da área da tecnologia, como se os investidores esperassem milagres em termos de vendas e lucros...As perdas do Nasdaq puxaram o restante do mercado, mas na Ásia, ainda houve alta mesmo assim (Nikkei225 + 1,05%). Por aqui, sob a ação das corretoras internacionais, uma alta de 7% virou baixa, com algum repique no leilão final. Hoje, vencimento do futuro Outubro, o Fut. Dezembro apresenta perda de 4,3% no pré-pregão, mas tudo pode mudar a qualquer momento, como temos visto.

Arquivo do blog