Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Fechamento (futuro)


Abrindo com gap de alta, o índice subiu até o final, mas fazendo pequenas realizações intraday, como se pensava. O fechamento foi praticamente na máxima e foram negociados 98 mil contratos, testando a linha de baixa mais recente. Os indicadores novamente fecharam em cima de suas médias móveis, mas ainda há bom espaço para mais alta.

Corretoras internacionais, às 14:58 h

Os saldos continuam moderados, ligeiro predomínio para os compradores com +R$ 141 MM (Morgan Stanley + 56), enquanto os vendedores somam - R$ 98 MM (Citi - 56), sendo de + R$ 43 MM o saldo comprador.

Abertura

Vai prosseguindo o repique dos mercados globais, agora mais animado com reduções de juros, bons resultados trimestrais e uma queda de apenas 0,3% no PIB americano no terceiro trimestre, nos dois casos surpreendendo a maioria que acreditava numa “terrível depressão”. No Japão, o Nikkei225 subiu 9,96%, na Europa, o Stoxx50 vai ganhando cerca de 1,8% e os futuros americanos têm ganhos em torno de 3,5%. As moedas vão retornando às relações mantidas há duas semanas atrás e a maioria das comodities segue repicando também. Por aqui, vamos seguindo essa movimentação, também com alguns resultados trimestrais melhores do que o esperado e ainda cifras confortáveis em termos de emprego, de inflação e de atividade econômica em geral. Ontem, foram recomprados grandes lotes de Petrobrás e Vale que haviam sido vendidos a descoberto até a véspera e no pré-pregão, o Fut. Dezembro vai ganhando 3,6% com movimento regular.

Arquivo do blog