Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Verdades e Mentiras da Bolsa

Estará disponível amanhã, em Verdades e Mentiras da Bolsa , a Edição 403 desta carta semanal de investimentos, com os seguintes assuntos:

"As contas da Vale e o câmbio", sobre os acontecimentos da semana;
"O volume em baixa", na seção de análise técnica.

Estão de volta o "Curso Avançado", em formato de consultoria (para quem opera em homebroker) e o "Curso de Introdução à Análise Técnica por e-mail".

Relançada também a administração de carteiras individuais (a partir de abril), com diálogo permanente.

Ainda os boatos, verdades e mentiras e os destaques da semana (JBS on, Ambev pn e Usiminas on).

Corretoras internacionais (fim do dia)

A Pactual entrou vendendo muito nas duas horas finais e com - 194 liderou as vendas líquidas de - R$ 275 MM, enquanto que as compras foram de + R$ 106 MM (Credit Suisse + 78), num saldo final vendedor de - R$ 169 MM.

Fechamento (futuro)


O índice abriu em baixa e veio ensaiando uma recuperação até o meio da tarde, quando as vendas de uma corretora internacional no mercado à vista ocasionaram novo recuo, com pequena reação de novo, nos minutos finais, quando pelo a linha do parabólico foi rompida para cima. Os indicadores fizeram a mesma movimentação e terminaram pouco abaixo de suas médias móveis. O volume foi melhor do que ontem ainda que no á vista tenha sido mais fraco. O panorama segue indefinido.

Corretoras internacionais, 13:26 h

Com o mercado quase parado, operam pouco: compras líquidas + R$ 35 MM (Credit Suisse + 15) e vendas líquidas de - R$ 74 MM (Deutsche Bank - 21), saldo vendedor de - R$ 39 MM.

Abertura

Notícias menos favoráveis sobre a evolução da economia européia (Itália, por exemplo) estão provocando forte alta do dólar em relação ao euro e um conseqüente ajuste para baixo no preço de muitas comodities que ontem haviam terminado em alta. No Japão, o yen já havia enfraquecido anteriormente e ficou estável e o Nikkei225 teve pequena alta de 0,33%. Na Europa, o Stoxx50 das blue chips opera mais ou menos em estabilidade e o mesmo acontece com os futuros americanos. Ontem, resultados corporativos mais fracos haviam provocado baixa, especialmente na última meia-hora em Wall Street. Por aqui, o repique perdurou ao longo do pregão de ontem, mas houve acomodação no final, fazendo o dia terminar negativo, com volume fraco outra vez. Hoje, o Fut. Agosto vai recuando cerca de 1% no pré-pregão, com volume regular, um pouco em cima da “queda das comodities”, a besteira mais repetida como explicação, mas que tem sido usada como pretexto diariamente. A Petrobrás anunciou nova importante descoberta de petróleo leve na área do Tupi (chamada Iara), o que está provocando forte alta nas suas associadas estrangeiras. Suas ações andaram fortes nos dois últimos dias, numa clara movimentação de insiders.

Arquivo do blog