Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Futuro do Ibovespa (sem after market)

O índice Agosto, com o noticiário político, abriu com grande gap de alta e depois consolidou os ganhos, em novo topo, até o final. O volume subiu para 117 mil cts e os indicadores subiram menos, normal para essas situações. Mercado indefinido.

Corretoras internacionais (final do dia)

Os saldos compradores somaram +R$ 279 MM (Morgan Stanley +141) e os saldos vendedores chegaram a -R$ 346 MM (Merrill Lynch -154), ficando um saldo vendedor de -R$ 67 MM.

Abertura

Os mercados seguem nervosos com as novas sanções à Rússia e após o trágico acidente aéreo sobre a Ucrânia: no Japão, o Nikkei225 cedeu 1%, na Europa, o Stoxx50 vai recuando 0,3% e nos Estados Unidos, o futuro do S&P500 repica 0,2%, até o momento. O dólar mantém seus ganhos entre as moedas, os juros cedem bastante no open market (pressão compradora de títulos) e o petróleo sobe mais um pouco. Entre nós, o Ibovespa fechou em leve baixa outra vez, com o volume acima da média de junho e com saldo vendedor das corretoras internacionais. A posição comprada nos investidores não residentes no futuro do dólar subiu de + 154 mil para +199 mil contratos. A posição comprada dos investidores estrangeiros no futuro do índice passou de +98 mil para +96 mil contratos. No aluguel de ações líderes, todos os saldos recuaram. No pré pregão, o futuro Agosto abriu em forte alta de 2,8%.

Arquivo do blog