Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

terça-feira, 29 de julho de 2008

Corretoras internacionais (fim do dia)

Os valores aumentaram um pouco e terminaram com compras líquidas de R$ 227 MM (J P Morgan + 71) e vendas líquidas de R$ 271 MM (Credit Suisse - 134).


Como previsto, o fechamento para baixo ontem foi artificial e hoje, ainda com volume fraco, o índice subiu o dia inteiro e fechou na máxima. E ainda tentaram derrubar as principais...Os indicadores seguem firmes e e ainda estão no meio da escala, sugerindo mais alta para amanhã.

Corretoras internacionais, 15.40 h

Mudou um pouco, mas valores ainda são modestos: Compras + 115 MM (Merrill Lynch +47, Pactual + 47) e vendas + 147 MM (Credit Suisse - 57, Morgan Stanley - 46).

Corretoras internacionais, 13:08 h

Movimentação discreta: Compras líquidas R$ 91 MM (Merrill Lynch, que nestá passando o chapéu na matriz, + 43 MM), vendas líquidas - R$ 84 MM (Morgan Stanley, - R$ 53 MM).

Abertura

Apesar de sustos repentinos, como o de ontem (mais uma vez, chiliques com o setor financeiro, especialmente os bancos de investimentos que andam derrubando a Bovespa...), a condição de mercado sobrevendido parece que começa a se impor, especialmente no mercado americano, que depois de cair muito ontem, mostra agora futuros em alta de até 0,5%. No Japão, o Nikkei225 perdeu 1,45%, ainda por tabela das perdas americanas de ontem e na Europa, a abertura foi fraca e agora o Stoxx50 está perto de se estabilizar (- 0,25%). Por aqui, tivemos o quinto dia de baixa seguido, basicamente na última meia-hora e de forma bem artificial, num dia de fraquíssimo movimento. As corretoras internacionais estiveram, mais uma vez, levemente compradoras, mas é preciso cuidado com essas cifras: no dia 24, por exemplo, um saldo comprador delas de R$ 220 MM, contrastou com um saldo vendedor de R$ 530 MM apresentado pela Bovespa para estrangeiros. Isso se deve à utilização cada vez maior de corretoras nacionais, no caso uma de grande banco nacional...No pré-pregão, o Fut.Agosto, com volume regular, opera com alta de 1%, aparentemente também por exaustão dos vendedores.

Arquivo do blog