Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

segunda-feira, 14 de abril de 2008

Fechamento (futuro)


O índice abriu em baixa e no início da tarde, saltou para cima com a agitação em torno de Petrobrás. Isto não melhorou muito o restante do mercado e o índice voltou a cair até o final. Os indicadores novamente reagiram nas horas finais, superando suas médias móveis, mais uma vez sugerindo um repique para breve.

Corretoras internacionais, às 15:40 h


Saldo praticamente equilibrado, o maior comprador (Credit Suisse) e o maior vendedor (Santander) se concentram em PETR4.

Abertura

A semana passada terminou com nova onda de pessimismo, a partir de uma queda de apenas 6% nos lucros da General Electric (com a óbvia redução dos ganhos do seu enorme setor financeiro...), tomada exageradamente pelos investidores americanos como novo sinal de uma desaceleração da economia, que - por outro lado - está anunciada há muito tempo. Os efeitos prosseguem hoje, com queda geral na Ásia (no Japão, o Nikkei225 devolveu ganhos do pregão anterior, perdendo 3,02%...), na Europa (Stoxx50 das blue chips com – 0,9%) e nos próprios Estados Unidos (futuro do S&P500 – 0,5%). Não havendo maiores novidades, esses mercados tenderiam a uma recuperação rápida, face ao exagero da reação. Por aqui, a Bovespa teve baixa na sexta-feira, com movimento ainda menor do que nos dias anteriores, entrando nesta semana no período de vencimentos de futuro e opções, mercados que seguem perdendo expressão, mas ainda são usados como pretexto para manobras de curtíssimo prazo....No pré-pregão, o Fut. Abril, que vence na próxima quarta-feira, está com baixa de 0,8%, nos primeiros e poucos negócios.

Arquivo do blog