Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

quarta-feira, 4 de junho de 2008

Fechamento (futuro)


O índice abriu com gap de baixa e foi recuando por todo o pregão, quase sem reações ao longo do dia. Os indicadores já caíram para valores bem baixos, começam a se enroscar com suas médias móveis, tornando iminente um repique amanhã, que já estava previsto até para hoje.

Compra e venda de PETR4


Às 16:20 h, os internacionais não estão para brincadeira, mas com certeza estão usando ações alugadas...(clicar com o direito do mouse e abrir em outra página, o Blog ainda não evoluiu nisto...).

Corretoras internacionais, às 12:10 h


Os "irmãos" Morgan puxando a venda, outros mais discretos, por enquanto.

Abertura

No Japão, a situação da véspera se inverteu, com as exportadoras puxando uma alta de 1,59%. Na Europa, parece grande a preocupação com o setor financeiro, levando as blue chips a uma queda de 2% até agora (Stoxx50). Nos Estados Unidos, onde o dia foi fraco ontem, o futuro do S&P500 tem apenas leve queda de 0,25% até o momento, com o dólar mais forte entre as moedas, como conseqüência de3 declarações de autoridades do Fed, sugerindo que a redução de juros básicos vai ter uma pausa. Por aqui, as corretoras internacionais continuam a derrubar o mercado a partir de Petrobrás e Vale, aproveitando da ignorância dos demais (com o apoio da mídia...) sobre o efeito da “queda das comodities”, que em quase nada afetam os lucros daquelas empresas. O aumento do saldo de ações alugadas indica que a manobra deve ser de curta duração, que é o que apontam os indicadores técnicos. No pré-pregão, com grande movimento, o Fut. Junho vai perdendo 1,4%.

Arquivo do blog