Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

terça-feira, 20 de maio de 2008

Fechamento (futuro)


O índice abriu com gap para baixo, na acomodação que estava prevista, mas logo se estabilizou e começou a se recuperar, acelerando nas horas finais, chegando a cobrir o gap. Os indicadores seguiram essa evolução com um pequeno retardo e acabaram passando para cima de suas médias móveis. Com isso, o mercado ficou indefinido para amanhã.

Corretoras internacionais, às 14:25 h


Praticamente todas na venda, mais pesadamente Credit Suisse (PETR4, VALE5, BBDC4, ITAU4) e Morgan Stanley (PETR3, VALE5, VALE3, AMBV4 e USIM5).

Para ver melhor imagens deste BLOG, abrir as mesmas numa outra página ou zoom)

Abertura

Um aumento no ritmo de crescimento dos preços por atacado americano volta a intranqüilizar os mercados globais, que já havia começado com incertezas na Ásia, com o Nikkei225 perdendo 0,77% no Japão. Na Europa, o Stoxx50 das blue chips vai recuando cerca de 1,3% até o momento, enquanto que nos Estados Unidos, que teve um dia até firme ontem, o futuro do S&P500 vai caindo 0,6% até agora. Por aqui, a Bovespa teve um alto volume no vencimento das opções de maio e teria terminado estável não fosse uma forte puxada nos principais papéis no leilão final. As corretoras internacionais foram muito compradoras (R$ 1,4 bilhões líquidos) principalmente em decorrência de exercícios de opções de Petrobrás e Vale. Isso significa que ficaram com grandes lotes desses papéis, talvez tendo agido como financiadores, o que pode afetar os negócios no resto da semana: no pré-pregão, o Fut. Junho já vai perdendo cerca de 1,2%, com largo volume para o horário, mais ou menos como faziam prever os indicadores intraday..

Arquivo do blog