Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Fechamento (futuro)



Outro dia de grande volume inicial, com o mercado em alta, revertida para baixa mais forte na parte da tarde; o volume subiu, passando de 90 mil contratos. Os indicadores também alternaram oscilações e terminaram abaixo das médias móveis. O mercado continua indefinido, surpreendendo a cada dia.

Siderúrgicas



Na especulação, estão sendo derrubadas, mas os preços internacionais estão em alta ainda, o que significa que não há problema à vista com a demanda.

Corretoras internacionais, às 14:49 h

Em mais um dia de volume alto na abertura e paradeira na parte da tarde, as corretoras internacionais estão muito mais no giro. Ainda assim, compradores somam apenas +R$ 26 MM (J P Morgan + 14) e os vendedores - R$ 108 MM (Pactual - 43), deixando até agora um saldo vendedor de - R$ 82 MM.

Abertura

Os índices americanos, de modo geral, subiram com força ontem com a queda do petróleo, mas no final cederam, por ter encontrado resistêncxia ao testar os topos de julho último. Hoje, os futuros operam com perdas em torno de 0,4%, ainda no mesmo espírito. No Japão, o Nikkei225 repicou (+0,64%) e na Europa, as bl.ue chips apresentam perdas maiores, acima de 1% (Stoxx50). Por aqui, a baixa inicial foi revertida até o meio da tarde, mas o final foi mais fraco. O volume começou muito alto, na especulação em cima dos principais papéis e depois sumiu, na parte da tarde. No pré-pregão, o Fut. Outubro opera em alta de 0,5% e algumas carteiras grandes seguem tentando derrubar algunms papéis (como as siderúrgicas), em cima de falsas repercussões quanto à oscilação temporária de comodities. Também aqui, uma boa opertunidade de compra para médio e longo prazo.

Arquivo do blog