Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Corretoras internacionais, final do dia

Mais um dia de saldos modestos e relativamente equilibrados: os saldos compradores foram de +R$ 103 MM (Pactual + 33) e os vendedores de - R$ 154 MM (Morgan Stanley -52, Credit Suisse - 41), ficando um saldo vendedor de - R$ 51 MM.

Fechamento (futuro)



Abrindo com pequeno gap de alta, o índice logo perdeu força e veio caindo gradualmente até o meio da tarde, repicando nas duas horas finais, com volume de 68 mil contratos. A recente linha de baixa continua sendo testada, mas as oscilações vem ocorrendo logo abaixo da MM de 200 barras. Os indicadores oiscilaram menos, especialmente na queda e sinalizaram uma divergência altista, terminando pouco acima de suas médias móveis.

Abertura

Depois de um forte repique ontem, proporcional à queda exagerada de terça-feira, o mercado americano apresenta hoje um cenário confuso: juros, dólar e petróleo (entre outras comodities...) em alta, como se houvesse renovada esperança numa melhoria da economia e futuros de índices em baixa de 0,5%, a não ser o do Nasdaq (alta com resultados da Apple e da IBM). No Japão, houve alta (Nikkei225 + 1,90%) e o mesmo vai ocorrendo na Europa (Stoxx50 + 0,6%) até o momento. Por aqui, a Bovespa também repicou com alguma intensidade, ainda que mais na última hora do pregão. A turma da venda mantém altos o aluguel de ações e o descoberto no futuro do índice (segundo os dados oficiais), mas sua pressão no à vista foi menor ontem. Hoje, no pré-pregão, o Fut. Fevereiro está subindo cerca de 0,9%, com dois mil contratos negociados até agora. A Vale anunciou que manteve um ambicioso programa de investimentos em 2008 e que sua produção caiu cerca de 26% no último trimestre, em relação ao anterior, devido à paralisação de várias unidades; é preciso cuidado com a análise desse fato, já que ainda que isso induza à noção de uma forte queda nas vendas, ao mesmo tempo indica redução importante nos custos e despesas.

Arquivo do blog