Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Fechamento (futuro)


Uma breve alta inicial logo foi revertida para nova e forte baixa, mas no início da tarde o mercado se acalmou, com algumas alternâncias de movimento, para finalmente repicar na hora final. Foram negcociados cerca de 97 mil contratos e os idnciadores terminaram acima de suas médias móveis, numa situação que sinalizaria mais repique para amanhã, se o mercado estivesse normal.

Corretoras internacionais, às 14:49 h

Quase todas na venda, somando - R$ 388 MM (Credit Suisse - 261, vendendo todas as principais ações), com raros compradores somando apenas +R$ 28 MM (Hedging Griffo + 23), deixando um saldo vendedor de - R$ 360 MM.

Abertura

Mais um dia de pânico histérico dos mercados, sob o pretexto de más cifras macro-econômicas americanas, que indicariam uma possível recessão futura (declarada desde o primeiro semestre de 2007 e que ainda não apareceu...). As quedas foram devastadoras em todas as Bolsas. Por tabela, o Nikkei225 caiu hoje 11,4%, mas aparentemente conscientes do exagero, os futuros americanos mostram pequeno repique em torno de 1,2%, mesmo com novos prejuízos dos grandes bancos nos trimestrais; com isso, a forte baixa inicial das blue chips européias recuou um pouco para em torno de 3% (Stoxx50). Por aqui, além do exemplo internacional sempre seguido com redobrado exagero, o dia de vencimento do futuro do índice e especialmente de opções sobre o índice, deram espaço para fortes manobras baixistas que incitaram o pânico de vendas, curiosamente provocando um repique na meia hora de acréscimo do pregão. Hoje, o Fut. Dezembro apresenta ganhos de 2,3% até agora, com volume regular. A preocupação com a economia real desapareceu ou o que houve ontem foi artificial ?

Arquivo do blog