Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Futuro do Ibovespa (sem after market)

Como sugeriam os indicadores, o índice Dezembro teve um dia de forte repique, a partir do suporte e até os topos da fraca semana, que ainda deixou um gap inicial em aberto. O volume foi de 140 mil cts e os indicadores repicaram da região de sobrevenda, fechando firmes.

Corretoras internacionais (final do dia)

Coroando uma semana de compras pesadas, o grupo atingiu seu maior saldo hoje, somando +R$ 1.760 MM (Merrill Lynch +819), ao passo que os saldos vendedores chegaram apenas a -R$ 70 MM, restando um saldo comprador gigante de +R$ 1.690 MM.

Abertura

Após um dia animado ontem, os mercados estão mais indefinidos hoje: no Japão, exceção na Ásia, o Nikkei225 ganhou 1.01% com melhoria no câmbio, mas na Europa (Stoxx50) e nos Estados Unidos (futuro do S&P500), os índices operam com recuo de 0,3%, até agora. Os juros seguem mais altos no Open Market, fortalecendo o dólar, enquanto que a maioria das comodities flutua de lado. Entre nós, o Ibovespa fechou em nova baixa forte, com o volume bem acima da média de setembro e mais um enorme saldo comprador das corretoras internacionais, que já estão com largo superávit neste mês. A posição comprada dos investidores não residentes no futuro do dólar passou de +354 mil para +350 mil contratos. A posição comprada dos investidores estrangeiros no futuro do índice pulou de +70 mil para +82 mil contratos. No aluguel de ações líderes, o saldo de PETR3 foi o único a aumentar. No pré pregão, o futuro Dezembro abriu em repique de 0,6%.

Arquivo do blog