Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Futuro do Ibovespa


Abrindo com gap para baixo, o índice aos poucos foi reunindo forças para reagir, mas não conseguiu cobri-lo totalmente; o volume foi regular de 51 mil contratos e os indicadores ficaram mais de lado do que outra coisa, mantendo o mercado como indefinido, já que estão em valores altos.

Corretoras internacionais (fim do dia)

Um alto saldo comprador hoje, com a UBS Pactual comprando quase 5 MM de PETR4, liquidos, e levando os saldos compradores a +R$ 417 MM (Pactual +197, Credit Suisse +99), enquanto os saldos vendedores chegavam apenas a -R$ 57MM, deixando um saldo comprador de +R$ 360 MM.

Abertura

A animação dos mercados prosseguiu ontem, apesar de ser bem vazia a conclusão da Europa sobre a Grécia (“se contiver o déficit e ainda precisar de ajuda, ajudaremos...”), mas durou até apenas até alguns momentos atrás, quando a China divulgou novas exigências de contenção ao sistema financeiro. No Japão, o Nikkei225 ainda subiu 1,29%, mas na Europa, onde o Stoxx50 operava em boa alta, agora já há levíssima baixa, o mesmo acontecendo com o futuro do S&P500 nos Estados Unidos (agora: - 0,75%). O euro cedeu bastante e o dólar vai se valorizando inclusive vs o yen, acarretando ajustes negativos nas comodities. Por aqui, com novo saldo comprador das corretoras internacionais, a Bovespa chegou à quarta alta seguida, inclusive a Vale, que chegou a perder mais de 2% inicialmente com seus resultados decepcionantes e acabou subindo quase essa percentagem. Isso ocorreu possivelmente porque os 12 milhões de ações de VALE5 alugados na véspera, foram recomprados e devolvidos, para justo castigo do insider que fez essa operação... O restante do aluguel de ações ficou na mesma. A posição comprada por investidores estrangeiros no futuro do índice subiu de novo, de 15 para 20 mil contratos. A posição comprada pelos mesmos investidores no dólar futuro recuou de 104 para 86 mil contratos. No pré-pregão, o Fut. Fevereiro opera em baixa de 0,8% , com 2,3 mil contratos negociados.

Arquivo do blog