Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

quarta-feira, 2 de março de 2011

Futuro do Ibovespa


O índice teve um dia de repique, com volume alto de 104 mil contratos, ainda tentando ultrapassar a média móvel de 200 barras. Os indicadores, que estavam muito baixos em suas escalas, repicaram para a metade das mesmas. Mercado indefinido.

Corretoras internacionais (final do dia)

Os saldos compradores somaram +R$ 446 MM (Pactual +192, Morgan Stanley +107) e os vendedores somaram apenas -R$ 99 MM, deixando um saldo comprador de +R$ 347 MM.

Corretoras internacionais 14:25h

Até agora, saldo comprador de +R$ 80 MM, mas com compras de +R$ 100 MM da Pactual.

Abertura

A intranquilidade com as revoltas no mundo árabe derrubaram as cotações em Wall Street ontem e afetaram hoje o Japão, onde o Nikkei225 cedeu 2,43%; na Europa, a abertura foi bem fraca também, e veio melhorando para cerca de -0,8% para o Stoxx50, no momento. Nos Estados Unidos, o futuro do S&P500 está subindo 0,3% até agora, em repique. O dólar cedeu mais um pouco entre as moedas e petróleo e metais preciosos vão mantendo seus ganhos desta semana. Por aqui, a Bovespa seguiu a baixa geral, com volume na média e equilíbrio das corretoras internacionais (+ R$ 11 MM). No aluguel de ações, ainda aumentou ligeiramente o saldo em PETR4, diminuindo os demais, especialmente o de PETR3. A posição vendida dos investidores estrangeiros no futuro do índice passou de – 36 para -42 mil contratos. A posição vendida dos não residentes no futuro de dólar passou de – 130 mil para -88 mil contratos, possivelmente em virtude da fraqueza do dólar lá fora. No pré pregão, o futuro Abril opera em alta de 0,1%.

Arquivo do blog