Qualidade na Análise Técnica

USO DO BLOG

Minha foto
* imagens: clicar com o lado direito do mouse e abrir em nova aba ou nova página* * comentários por e-mail: jghit@centroin.com.br

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Abertura

Depois de alguns dias de ajustes, os mercados vão deixando de lado hoje as preocupações e se mostram mais animados, mesmo com novas altas do petróleo e o quádruplo vencimento de opções e futuros americanos , que foram apontados como motivo de baixas durante a semana. No Japão, o Nikkei225 ganhou 0,85%, na Europa, o Stoxx50 vai subindo já 1,4% e os futuros americanos estão em alta em torno de 0,6%, até agora. O dólar está ligeiramente mais fraco entre as moedas, mas o petróleo é a única alta mais expressiva as comodities. Por aqui, a Bovespa teve um dia de fraco volume ontem e pequena baixa nas cotações apenas no final, ainda que sob nova pressão de venda das corretoras internacionais. O aluguel de VALE5 diminuiu bastante (cerca de 20%). No pré-pregão, o Fut. Agosto está subindo 0,8% com pequeno volume de 1,9 mil contratos. No intraday, persistem sinais altistas nos indicadores.

6 comentários:

Unknown disse...

Bom dia
Podemos entender que com o início da saída dos estrangeiros do mercado acionário brasileiro (que é o que parece que está acontecendo nos últimos dias) estamos em uma realização? Caso positivo, pela AT até quantos pontos esta realização pode acontecer? Obrigado.

GHITNICK disse...

Ainda não há evidencias de saída, os valores vendedores são bem pequenos.

renato disse...

BT jayme.. vc viu o rebaixamento da PETR pela Moodys ?! Perái... tá demais esse tipo de ação...

GHITNICK disse...

Poucos ligam para essas agencias, Há uma nota da Petrobras a respeito, hoje.

Sergio.Zilberstein disse...

Vale5 com grande aluguel e sendo pressionada pra baixo ao suporte (31,50), alcançado hoje pela turminha de sempre. Seria seu possivel objetivo ou eles podem ter interesse em maior baixa para compra BARATA de vendidos em opções recentes? E sobre a Anglo: seria aquisição ou parceria, e como afeta a ação no curto prazo? Grato.

GHITNICK disse...

NO seu repique intermediário, a Vale5 chegou apenas a 31,8% de recuperação, mais fraca do que outros papéis e mesmo que o próprio Ibovespa; nesse ponto, encontrou resistência. No mais, a única notícia oficial da Vale hoje foi sobre a siderurgica no Ceará, amplamente anunciada como futuro plano.

Arquivo do blog